terça-feira, 25 de outubro de 2022

CRISTÃOS BOLSONARISTAS, OUTRO TIPO DE CRISTÃOS

 


O povo brasileiro se considera cristão, democrático e solidário. Contrário ao racismo e valoriza a diversidade. Também ama os animais, tem até leis par protegê-los, em alguns estados hospitais veterinários públicos. Tudo muito lindo!

Segundo a Veja, reportando-se à pesquisa do IBGE, 86,8 % da população brasileira é cristã, sendo católicos, 64,6% e evangélicos 22,2%. Todos os cristãos são cientes que deve amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo com a si mesmo. Ainda existem os 10 Mandamentos da bíblia, mas, não aludirei a todos, apenas ao mais fundamentais e que diz respeito a promover a ordem e a paz. Um deles diz: Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão. Não matarás. Vimos o presidente defender o uso de arma de fogo, para um país extremamente violento e vimos vários homicídios ocorrerem em família, não em ambiente de caça. Ouvimos o presidente dizer que deveria metralhar a petralhada, defender o torturador da ditadura e torturou a Ex-presidenta Dilma Russeff. Que a ditadura deveria matar mais, pois apenas torturou, se morresse inocentes, não teriam problema. Fez chacota com as pessoas quem morriam sufocada com Covid-19 e disse não ser coveiro para saber quantos morreram na pandemia o Brasil, foram 686,963 brasileiros mortos.

Não adulterarás. O presidente tem 4 filhos e uma filha e por isso fraquejou. Puxa publicamente um como no discurso na data da independência do Brasil, exaltando a masculinidade dizendo que a mulher fica em sua frente e o mesmo é imbrochável, e repete o mesmo em Nova Iorque. Além de desrespeitar a colega de parlamento, Maria do Rosário (PT-RS) dizendo que a mesma não servia para ser estuprada, pois era muito feia, e que seus filhos não casariam com negras, por não serem promíscuos. E mais, em uma entrevista afirmou usar a verba de gabinete para comer gente. Não furtarás. A família do presidente comprou mais de 50 imóveis em dinheiro vivo, apoiou o orçamento secreto, distribuiu verba do Ministério da Educação para pastores, permitiu comprar prótese peniana e viagra para os militares, picanha e leite condensado. Com vários escândalos financeiros, propinas no orçamento secreto, sigilo de 100 anos na Administração Pública, esquema dos tratores,


Não darás falso testemunho contra o teu próximo. O Brasil volta ao mapa da fome, o desmatamento da amazônia um dos maiores dos últimos anos, a inflação e o desemprego cresce e o presidente mentiu para o mundo durante o seu discurso na Assembleia da ONU. E e o ministro Paulo Guedes afirma na reunião com o FMI que o Brasil está melhor que a Europa, Pior, o FMI trocou a projeção para agradar a Guedes. E por último, Roberto Jeferson atira em policiais federais e o Presidente Bolsonaro afirma que não tinha relações com o mesmo, e as páginas da internet provam o contrário. E a fala do mesmo presidente afirmando existência do que não existe o Kit gay; kit covid, sem comprovação científica, falso padre como candidato à presidência apoiando o presidente Bolsonaro em campanha.s

Não matarás

Como não? O próprio presidente Jair Bolsonaro pousou com arma na mão e aconselhando metralhar a petralhada, se referindo às pessoas de esquerda petistas. Desde o ano de 2019 isto passou a ser desuso, matarás, pois tanto o presidente quanto os seus seguidores defendem que as pessoas andem armadas e mataram 3 pessoas que declararam voto ao ex-presidente Lula. O mesmo e seus seguidores declaram simpatia à tortura, e o mesmo chefe de estado diz que a ditadura errou por que torturou, deveria ter matado, se morresse inocente era um mal menor. Seguidores do presidente e o próprio debocharam de pessoas internadas que estavam de covid-19, além do mesmo dizer que não era coveiro para saber quantas pessoas perderam entes queridos durante a pandemia.

Seguidores de Bolsonaro fazem caridade e humilha as pessoas que recebem doação por declarar voto em Lula. Setores de Recursos Humanos ameaçam demitir pessoas se Lula vencer eleição. A própria esposa do presidente numa igreja diz que não olhe para o esposo dela e sim para ela que é cristã, mas recebeu 7,5 milhões de doação que seriam para teste de covid-19.

O Presidente Jair Messias Bolsonaro, um homem cristão, que afirma governar dentro das quatro linhas da constituição, e tem como slogan ‘O Brasil acima de tudo e Deus acima de todos’. Este presidente mostra uma forma inusitada de amor a Deus, sendo racista, xenófobo, pois ofereceu capim aos nordestinos eleitores de Bolsonaro. Machista quando disse que não estupraria a colega parlamentar, pois ela não merecia.

Existem muitos cristãos no Brasil, mas agora se faz necessário entender de qual Deus e Cristo ele e seus seguidores estão falando. De quais mandamentos estão falando e qual Constituição Brasileira está falando? De qual democracia está falando? Contudo penso que o satanás está de férias do Brasil e deixou um secretário.


Boa Leitura

Rosi Barreto



Referência


Azevedo, Reinaldo. O IBGE e a religião — Cristãos são 86,8% do Brasil; católicos caem para 64,6%; evangélicos já são 22,2%. Disponível em: https://veja.abril.com.br/coluna/reinaldo/o-ibge-e-a-religiao-cristaos-sao-86-8-do-brasil-catolicos-caem-para-64-6-evangelicos-ja-sao-22-2/



sábado, 1 de outubro de 2022

ESCOLHA O SEU CANDIDATO POR PROJETO E NÃO POR FANATISMO!

 

Debate da Rede Globo governadores da Bahia


No último debate realizado pela TV Bahia/Rede Globo, a minha crítica vai primeiro à condução do debate por Graziela Azevedo, por que ela, com tantos profissionais competentes nas emissoras baianas? Quanto aos candidatos, foi e são o retrato da incapacidade dos políticos realizarem um projeto consistente e duradouro. Todos farão tudo que for necessário para desenvolver o estado, mas não explicam como. No discurso, um deles era delirante, pois falava sobre o que os baianos não veem. Parece que as pessoas vivem num estado e o candidato fala de outro completamente diferente.

Ficou notório que não existe um projeto a longo prazo que garanta o futuro dos baianos. Cleber Rosa seria a pessoa a se investir para experimentar algo diferente na Bahia. Contudo, nenhum perguntou ao outro especificamente os projetos de governo e como desenvolveriam, dois deles, se ativeram a defender os presidentes Lula e Bolsonaro. Quanto a vocabulário, o do candidato de Jerônimo, que tenta ser um líder de estado, é péssimo.

De fato, concordando com Cleber Rosa, as explicações e projetos de três dos candidatos sobre o desenvolvimento da Bahia, não passa pela melhoria na qualidade de vida da população pobre, aliás a pobreza salta só olhos na Bahia e em Salvador. Vejamos o que pensa cada político e qual deles é possível confiar um trabalho de reconstrução da Bahia destruída pelo PT durante 16 anos.


JERÔNIMO RODRIGUES

O gestor que deixou a educação da Bahia em penúltimo lugar.

O governo que não pagou os precatórios dos professores com juros e mora. Tem em seu quadro funcional mais REDA do que servidores efetivos. Tem uma fila de espera na regulação onde pessoas morrem no aguardo de internamento.

As rodovias todas pedagiadas.

A reforma da previdência, uma das piores no Brasil e a saúde dos servidores com o Planserv, deixou de serem atendidas inúmeras especialidades médicas.

Defende a militarização nas escolas, e privatização da embasa e dos parques públicos numa cidade onde não existe lazer, senão só paredões.

Todas as atividades culturais são pagas. Declarou que os policiais envolvidos na Cahacina do Cabula eram artilheiros por terem executado diversos jovens. Pior, todos foram inocentados numa ação relâmpago.

E a Bahia um dos estados mais violentos tanto em relação à população quanto à violência policial. Policiais matam policiais e qualquer outra pessoa e simulam confronto.

A justiça na Bahia é lenta, pois faltam juízes. Estes são selecionados via concurso REDA e trabalham por tempo determinado.

A gasolina da Bahia uma das mais caras do Brasil.

Entende o presidente defendido como um objeto, com sentimento de posse.

O governo Rui Costa não pagou os juros dos precatórios aos professores, ou seja, não reconheceu o valor do professor.


CLEBER ROSA

Um candidato com boas propostas, sabe se expressar e conhece os problemas que afetam a população negra e pobre. É professor e pode falar como o governo Rui Costa, infelizmente do PT tratou professores e policiais. Conhece também dos problemas que afetam a população pobre e preta de Salvador, assim como das polícias civil e militar, por ser investigador.

Defende Embasa como patrimônio do povo.

Defensa da educação de qualidade.

Defesa da segurança organizada utilizando o trabalho com base na inteligência.

Não defende a militarização das escolas.


ACM NETO

Defende privatização da Embasa e militarização das escolas. Em duas escolas militarizadas, presenciamos nesta semana dois ataques e um culminou com um assassinato.

Declarou-se pardo, desconhecendo que segundo o IBGE pardos e pretos são as mesmas categorias. Além disso existe um fundo eleitoral para candidatos negros, embora o mesmo diga que se declarou parde desde sempre. Mas, embora tenha se declarado pardo, nunca o vi com a pele tão escura. Isto, acaba com a reputação do candidato, pois declara o que não é.

Considera apenas as disciplinas Português e Matemática importantes, por esta razão tirou dos currículo a craga horária em Educação Física e Artes.

Um dos IPTU mais caros do Brasil.


JOÃO ROMA

Descendente direto do Padre Roma, que participou ativamente da Revolução pernambucana e foi condenado à morte.

No entanto, este candidato tem pautas voltadas para as privatizações da embasa,

Defende o uso de arma de fogo para a população desconsiderando o crescimento da violência no Brasil.

Para justificar o argumento do armamento da população utiliza como exemplo um personagem fictício de uma novela da Rede Globo denominada Pantanal que se defendeu por estar armada.

Condena os debates sobre gênero.

Compreende que a segurança é um papel do cidadão armado e não de um projeto de segurança do estado. A mesma concepção demonstrada no debate como se o candidato do PT fosse o inimigo. O que naturalmente fomenta a violência entre as pessoas que passaram de eleitores para seguidores fanáticos, agiu de forma imatura durante o debate.

Para ele o presidente é dele, como um objeto, com sentimento de posse.

Continua tratando o auxílio Brasil como medida eleitoreira.

 

Rosi Barreto

Boa Leitura


domingo, 16 de maio de 2021

O (A) BRASILEIRO(A) É SURREAL: DO INÍCIO DA PANDEMIA AO TURISMO DE VACINA, E DAÍ!? VIVA O MITO!

O povo brasileiro é surreal!

Em novembro de 2019 surge coronavírus na China provocando mortes por covid-19. Esta doença se tornou logo uma pandemia em poucos meses. Foi e é um fato assustador. Mas, como seria no Brasil esta pandemia? Muitas preocupações com as mortes dos chineses, italianos, espanhóis, portugueses, EUA! Ah! Os governantes preocupadíssimos com as vidas humanas, que permitem o crime orgnizado, os assassinatos cotidianos, as impunidades, as corrupções tomaram imediatamente as primeira providências para combater a propagação do coronavírus e salvar vidas. Pronto! Foi anunciado o isolamento social e fechamento de escolas, shoppings, e outras localidades que causasse aglomeração. Foi lindo!

Ah! Mas o interessante está sendo o desrespeito da maioria das pessoas ao isolamento social e o descaso das autoridades em permiti-lo! Por que isto? Num país onde impera a falta de limites, impunidade e indisciplina, como fazer isto? Ah! Mas, 'coronavírus é mortal, já causou milhares de mortes no mundo inteiro e no Brasil!' Outo fato é que não se imaginava, pelo negacionismo em que vivemos, somos um povo cristão e solidário, em que as pessoas negam a verdade até a morte - o(a) brasileiro(a) não se importar com a própria vida. Óbvio! Convive com o desrespeito cotidiano das instituições, assassinatos, latrocínio, crime organizado, corrupção dentre outros crimes contra a humanidade. Isso começou com a escravidão, dando seguimento com o desrespeito aos trabalhadores, até empregada em cárcere privado tivemos por conta da pandemia!  Continuou em todas as outras fases da história brasileira a ditadura militar. Uma sociedade com a mente colonizada, escravista e autoritária ditatorial nunca se despediram do Brasil. Mentes que escravizam e  outras que não aprenderam ser livres e aceitam caladas as perdas históricas, sem reclamar. Creem que as redes sociais como Whatsapp, Fecebook, Instagram e Twiter resolveram o problema com alguns escritos indignados.

Com a orientação para o isolamento social feita pelos governadores brasileiros, foi o segundo ponto depois da eleição de Jair Bolsonaro para a  maioria dos brasileiros mostrarem a sua desumanidade e expulsar de dentro de si, o que vinha sendo oprimidos há séculos, e que foi citado no parágrafo anterior. Naturalmente os governantes imaginaram que o brasileiro fingiria mais uma vez e fariam o isolamento social, ou obedeceria pacificamente como sempre. Ledo engano, aí foi demais para fingir, basta fingir que detesta corrupção votando em Bolsonaro e defender a corrupção feita por ele. Enfim, grande parte  dos brasileiros mostra que é igual ao presidente e o presidente mostra que é igual à maioria da população, ele desrespeita os seus próprios ministros até expulsa os que pensam diferente. Quantos Ministros da Educação e da Saúde tivemos? Mas... enfim, vivemos uma democracia. Ah! Sim, somos democráticos e não entendemos que democracia vai além do voto nas urnas.

Egoístas muitos deles, com a chagada da pandemia de imediato as pessoas passaram a sentir uma necessidade de usar álcool em gel como se fosse água, comida, um gênero de primeiríssima necessidade como nenhum outro. E ele desapareceu das prateleiras e quando retornou a elas chegou a custar até 20 reais o 1 litro, custa os olhos da cara. Imediatamente a Defesa do Consumidor usou os seus recursos para impedir a alta dos preços, mas não adiantou nada como tudo por aqui o álcool  continuou croa. Agora convivendo com o vírus, como se fossem amigos íntimos o álcool votou um preço mais acessível. Mas, como uma boa democracia, a Defesa do Consumido, não resolveu quase nada!!!! E daí? O que isso nos lembra!?

É estarrecedor mesmo sabendo da desumanidade de muitos(as) brasileiros(as) constatar como as pessoas extrapolam o sentimento de desumanidade por aqui. Mas, finalmente a capa de pessoas cristãs e evangélicas cai definitivamente por terra! Com o coronavírus, a população finalmente consegue se mostrar pior que ele, como pessoas que habitam um território, não com nação, não como um povo, mas como cada um por si. A eleição de Jair Bolsonaro foi o primeiro passo. Mas, muitos brasileiros vivem fazendo campanha para proteger cachorro, contudo fica quieto ao ver a quantidade de negros assassinados, principalmente pela polícia. A Chacina do Cabula. Fico feliz que Floyd, deu um impulso às(aos) brasileiros que agora conseguem protestar nas ruas contra assassinatos de negros por seguranças de mercado e pelo braço do Estado, a PM. 
 
A quantidade de mulheres e homossexuais assassinados diariamente, a corrupção cotidiana e de muitos políticos, a omissão de outros e o descaso com a vida. Sempre soube que o brasileiro é racista, homofóbico, sexista, machista, mas o quadro que vejo agora é estarrecedor, muito pior do que eu imaginava. O brasileiro não se importa com ele mesmo, é um kamikaze ambulante convicto, isso fica bem claro com a pandemia, o desrespeito ao isolamento social, a incapacidade de se colocar no lugar do outro. Uma matéria do Coreio da Bahia desvela esta forma de pensar do soteropolitano, não diferente dos demais brasileiros, enfim, vejo isto comentado nos jornais diariamente. Ou seja, e daí, novamente! Bolsonaro é extensão de grande parte de brasileiros, até dos que não apoio apoiam e defendem tratamento precoce para covid-19 e retomada das aulas em plena pandemia, arriscando a vida das crianças, ou seja, "CPF cancelado", "tudo tem um prazo de validade", ou "não sei porque as pessoas querem viver, 100, 120, 130 anos"

É triste ver a capacidade de muitos(as) brasileiros(s) não se importarem consigo! Foram muitas medidas para evitar aglomerações, todas falharam. Penso que 10% da população brasileira respeitou as medidas e as respeitam até agora. Parece que covid-19 foi erradicada do Brasil, sem vacina! As aglomerações permaneceram, o(a) brasileiro(), alguns muitos, mostram-se, na prática da proteção à sua própria vida um povo sem escrúpulos,  e egoísta, consegue ser feliz com mais de 400 mil mortes por covid-19 e mais outras por assassinatos: extermínio de pessoas negras, acidentes de veículos, assassinato de crianças e homossexuais, por bala perdida em ações policiais e mais outras por falta de leis que punam atos criminosos. Ou seja, a sociedade brasileira, não se importam com a própria vida nem com as dos demais, que são pobres. Permanecem promovendo aglomerações desde que as medidas foram adotadas, o principal incentivado, o presidente brasileiro. Ou seja, o(a) brasileiro(a) é bem representado pelo presidente, um povo indisciplinado que não tem respeito pela vida deles e de pessoas que estão na linha de frente trabalhando durante a pandemia.

Em Salvador muitos feriados foram antecipados e um deles foi o Saõ João a população festejou o São João no feriado antecipado e no dia de São João, ou seja, aconteceram dois São João. Na periferia onde moro, às 5:05 da manhã ainda ouvia de minha casa o som da música do Olodum e gritos de Viva São João!

Onde está a humanidade do soteropolitano e dos demais brasileiros(as) que se dizem solidários e terem pena de cachorros e não têm o mínimo de decência para entender que, quanto mais aglomeração, mais contágio, mais gente doente, mais leitos ocupados, colapso no sistema de saúde, mais mortes,  mais desemprego e mais miséria. Ah! Mas (a)o brasileiro(o), em sua maioria não se preocupa com a morte por que aprendeu a conviver num ambiente onde assassinatos acontecem diariamente e todos se acostumaram com o desrespeito á vida. À sua própria vida, tem um Estado que não se importa e, em contrapartida, o povo democrático e cidadão não sabe lutar pela sua cidadania. Alinhado a isto é um pessoal indisciplinado que não têm limites para nada e não importa a classe social, é um comportamento da maioria.

Há muito tempo escrevi este texto e deixei no rascunho e as coisa só pioraram por aqui. Agora tem a CPI da covid-19, tendo Renan Calheiros como Relator, só pode ser comédia. Um homem acusado por corrupção. Um Juíz que defende que o ministro da saúde, responsável pela morte de milhares de brasileiros, ste mesmo que atendeu a Pfizer quando ofereceu a vacina para o Brasil, e o Governo Federal se calou para não vacinar a população, um caso de genocídio premeditado, mutas vidas foram perdida, muitas pessoas poderiam estar vivas se fossem vacinadas. É claro o projeto do Brasil exterminar a população, quem é rico vai se vacinar fora do páis e o povo morre!!!
 
Agora temos o turismo de vacina, quem tem dinheiro continua dizenod e daí? Vou me vacinar, se um trabalhador de minha empresa ficar doente ou morrer, coloco outro no lugar, como no escravismo brasileiro.

Referência

Turismo de vacina: brasileiros viajam a EUA e Rússia para antecipar imunização contra covid. <https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/turismo-de-vacina-brasileiros-viajam-a-eua-e-russia-para-antecipar-imunizacao-contra-covid,2be6b04976e7379a2d7c1e4f4c70f3a5lst24abs.html>


quinta-feira, 9 de julho de 2020

EDUCAÇÃO PARA POBRE E NEGROS NO BRASIL

Por que educação de pobre e negros? Por que no sistema educativo brasileiro quando a educação foi "universalizada" a qualidade foi posta em último plano, enfim, quem é o trabalhador, ideologicamente, é o ex-escravo, e este não precisa de educação, apenas escrever para votar. Em dado momento da educação brasileira alfabetização era apenas assinar o nome e pronto, acabou!

A única coisa que eu penso depois de estudar e ler muito sobre educação no meu mestrado e doutorado. Concluí que nenhum governo brasileiro radicalmente se preocupou com educação. Todos nós aqui sabemos disto, pois vivemos imbuídos neste ambiente. Pergunto-me por que esta hipocrisia com esta retomada das atividades pedagógicas/escolares, e tenho a resposta! Não a colocarei aqui. Mas, muitos de nós temos a resposta e são muitas!

Mas, por que gastar dinheiro neste momento? Retomada das aulas gera mais gastos e pode resultar em mais perdas de vidas. Seria mais econômico gastar o dinheiro da merenda escolar com os vales oferecidos aos estudantes, anular o ano letivo e iniciar com total segurança.

As reestruturas físicas deveriam ser realizadas para fazer deste ambiente um verdadeiro ambiente escolar em todos os sentidos tangíveis ao físico, humano e material. Coronavírus se tornará uma endemia. no Brasil como a dengue, zika e chikungunya por causa do comportamento da população e descaso do próprio governo com a saúde. Nas pesquisas de meu esposo de doutoramento, ele verificou que desde 1911 existe dengue no Brasil. Agora o mesmo mosquito causa mais duas viroses.

Mas, quem sou eu, quem somos nós educadores de cadeira, que estamos nas salas de aula para opinar e falar algo a repeito com os técnicos do governo? Pessoas que se preocupam com educação de verdade. Mas educação de verdade gera seres pensantes, algo que nossos governantes nunca quiseram, hoje estão às voltas com uma pandemia e pessoas que não conseguem raciocinar o mínimo e atentar para necessidade de um isolamento social, que se fosse feito, a pandemia poderia estar controlada. Se existisse um plano social para pessoas moradoras de deste país, hoje seríamos diferentes.


Aliás, estes técnicos estão aí para fazer o que é certo ou paliativos que garantam a permanência das pessoas nesta mesma condição de pobreza e escravismo histórico e ignorância? Pensamento escravista por trás das medidas. Como ganhar dinheiro sem trabalhar? Temos de retomar as aulas! E o trablho remoto como será? Os estudantes têm condições tecnológicas visto que as mesmas pesquisas indicam o contrário? Como ganhar dinheiro sem trabalhar? Tems de retomar as aulas e mostrar que nos preocupamos com a educação! Por outro lado! E os pais, deixarão seus filhos irem à escola em plena pandemia se o "Senhor" de engenho, "governador" mandar?

E nós iremos? Quando falei logo acima do descaso com a educação, agora trato das condições de pobreza histórica que temos no Brasil. Favelas terríveis sem saneamento básico, sem condições de sobrevivência dignas, pessoas deseducadas, sem esperança, pois estudar no Brasil para que, sem poder se aposentar ou ter um emprego digno? Reformas na educação para formar soldados para o sistema que enriquece poucos e empobrece a maioria? Soldados pobres trabalhadores assalariados que gritam que a economia não pode parar? Que economia? Eles fazem parte desta econmia que não pode parar?  Professores uma das classes mis massacradas no Brasil! Pois, o que significa o empreendedorismo, par isto precisa estudar? Ou apenas ir no SEBRAE? O que é mesmo este empreendedorismo? Deve ser refletido com o quadro que a pandemia nos revela.

Esta linhas são apenas reflexões de uma professora que agora assiste o desdobramento do desgoverno brasileiro, mas um desgoverno histórico que fura da lado a lado a escravidão, o Império, a República e a Ditadura e a nossa "Democracia" sem ganhos expresivos para os trabalhadores brasileiros e pioras significativas para a classe professoral.

Os traballhadores em algum momento, parece ganhar algo com  desenvovlmientismo, mas depois volta ao normal, descaso total, enfim trabalhadores parecem com escravos, como agora, podem morrer com coronavírus e serem substituídos por outros que creem que a economia não pode parar e gerar lucos para os patrões.

É Assim!
Boa Leitura!
Rosi Barreto.

sábado, 30 de maio de 2020

O BOLSONARO QUE EXISTE NA MAIORIA DOS BRASILEIROS

Bom dia!

Muitos sofrem com as atitudes verdadeiras, objetivas, coerentes do Presidente Jair Messias Bolsonaro e como ele conseguiu se eleger presidente do Brasil. Mas, se formos apurar os nossos sentidos teremos a resposta em cada canto de nosso bairro, cidade e país. Quantas vezes em nossa vida vimos pessoas fazendo o seguinte:

1) Como foi o nosso sistema escravista e como eram tratados os negros escravizados no Brasil? Como continuam sendo tratados os trabalhadores brasileiros. O Brasil por ser um país rico, não se importava com os escravizados, se eles adoecessem, morriam. E imediatamente outro era comprado. Os escravizados não eram considerados humanos e sim seres semoventes. Exatamente o que ocorre hoje com a pandemia do coronavírus, se morrer um trabalhador contrata-se outros e sem os direitos trabalhistas garantidos, segundo a lei que está para ser votada. Em terras brasileiras, os empresários agem como os senhores de engenho com os trabalhadores/escravos(as). Com o sentimento de escravizada, a população trabalhadora concorda em trabalhar em plena pandemia e morrer para não perder o emprego, ou seja, a vida não tem valor. Neste caso, os trabalhadores brasileiros tem menos respeito por si do que um escravizado durante o sistema escravista.
 
2) Famílias no sistema escravista não importava, era sempre dilacerada com as vendas de seus filhos(as), esposas, esposos objetivando não criarem laços familiares. Se bem observarmos, não nos importamos com laços familiares. Ao escravizado foi proibido amar à família. Nos importamos muito com aqueles que dizemos ser os nossos amigos, em estar com os amigos, em ser influenciados por influencers digitais, que transam  e postam fotos na internet. Temos exemplo de uma que fez festa, aglomerando pessoas em plena pandemia. Pelo menos a pandemia serviu para valorizarmos a família, mesmo muitos sentindo-se estressados(as) estando com ela!
3) Não nos importamos com vidas humanas, milhares de negros são assassinados e a população se questiona se ele não merecia, mesmo, morrer baleado(a). E eu sinto falta do Movimento Negro brasileiro, que desde os anos 1970, luta pela equidade racial.

4) Não nos importamos com vidas de homossexuais, muitos são assassinados e a sociedade não se importa em fazer com que a lei se cumpra. Sinto falta do movimento LGBT.

5) Não nos importamos com as mulheres, depois da lei Maria da Penha, o feminicídio piorou. Sinto falta dos movimentos feministas.

6) Não no importamos com educação, saúde e segurança de qualidade, pois não impetramos luta por elas, só reclamamos, e agora fazemos das redes sociais o muro de lamentações.

7) Uma coisa que nos importamos é com cachorros, recebi uma petição pública para obrigar fazer justiça por que um segurança de mercdo bateu no animal, ou seja, nos importamos mais com cachorro do que com gente, não nos importamos com o homem negro que foi assassinado, asfixiado por um segurança de mercado.
8) Muitas de nossas novelas tem personagens como Pilar  Batista, Murilo Pontes, Senhorzinho Malta, Tereza Cristina, Odorico Paraguaçu, Zé Esteves, Coronel Artur da Tapitanga, Osnar e Coronel Ramiro Bastos. São todos personagens que nos deveria fazer refletir o quanto estamos entrelaçados e imbuídos no paternalismo, patriarcado, machismo, e mentalidade escravista e colonial.
Citando a novela Pedra Sobre Pedra, dentre tantos insensíveis, fofoqueiros, políticos, malfeitores e dissimulados, apenas Hilda, a esposa de Murilo Pontes era ao mesmo tempo submissa, educada, inteligente e sensata. Tendo na educação e sensatez como a maior qualidade.

9) Não nos importamos com os assassinados de quilombolas e líderes indígenas.

10) Qual povo no mundo em plena pandemia é insensível a quantidade de mortos e hospitalizados por conta da covid-19? Até fazem paródia com os doentes e hospitalizados? Só o brasileiro! E isso é triste, significa que não saímos das trevas da estupidez, e se saímos somos mesmo perversos e sádicos.

11) Ah! Somos cristãos, católicos e evangélicos. Mas, o interessante é que estas pessoas apoiam o Presidente. Mas, pelos ensinamentos de Cristo e da Bíblia devemos amar ao próximo como a nós mesmos.  Já assistimos a paixão de Cristo e os ensinamentos dele não combina em nada com as atitudes do Presidente e dos seus apoiadores.  O povo brasileiro é cristão, solidário, respeitoso, não é racista e respeita a diversidade. Que povo aumenta em mais de 1000% produtos hospitalares que são imprescindíveis para a cura das pessoas com covid-19, e em contra partida apoia o uso de cloroquina que provocará mais morte do que cura das pessoas hospitalizadas, inclusive uma droga proibida de ser usada pela Organização Mundial de Saúde.

12) A submissão do povo brasileiro também e algo doentio. Todos acostumaram com as perversidades executadas e exercidas no cotidiano brasileiro e se omite, naturalizaram tudo que acontece por aqui e não têm forças nem coragem para reagir. Concluo que o povo é demente ou concorda no subconsciente com tudo que ocorre aqui nesta sociedade. Uma sociedade que se diz democrática, mas não entendeu o significado de liberdade muito menos de democracia. Quem viveu verdadeiramente uma democracia e liberdade, jamais clamaria por uma ditadura.

13) A falta de amor próprio, a mente colonizada e escravista, faz do Brasil o território propício para as negociações e neoclonização estrangeira, principalmente pela submissão do povo aos EUA. Esta atitude mostra que perderemos todas as nossas riquezas naturais.

14) Os pontos citados acima, estão profundamente relacionados com o atual presidente e muitos dos brasileiros, inclusive aqueles que não são seus apoiadores.

Os pontos acima citados mostra o Brasil de resquício escravista e colonial por parte dos governantes e sociedade submissa, a observar pela quantidade de trabalhadores(as) que concordam que o isolamento seja relaxado. Empobreceram tanto as pessoas que elas não têm amor por si mesmo, preferem morrer de covid-19. Não compreende que a própria vida é mais importante e que o empregador não se preocupa com o empregado. Se o empregado morre, é substituído por outro. Pouco importa se empregado morrer e se contaminar e desenvolver a doença e morrer. Nesta hora o empregado e empregador, ambos não se preocupam com a família do empregado. Diferente de nós, os governos dos EUA e Europa nesta pandemia adotam medidas para protegerem empregados e empregadores, inclusive com leis que impeçam a demissão. No nosso caso, a primeira medida presidencial foi permitir a suspensão de contrato, ou seja, medidas que protegem empregadores. É digno de nota que a ausência de um sistema público de saúde agravou a situação neste país.

O que nos resta? Apenas que estas pessoas sem educação de toda natureza, insensatas, perversas enxerguem à luz da intelectualidade e se desvinculem da perversidade que trazem em si.

Creio que com os itens de 1 a 14 é possível entender por que o Presidente Jair Messias Bolsonaro representa tão bem o Brasil, e nós outros agonizamos de termos, muitos, vivido de autoengano, escondendo a nossa verdadeira natureza maligna. E agora, o mundo conhece o Brasil de fato, o verdadeiro Brasil. Quantas pessoas conhecidas nossas concordam com o que foi citado e agem como tal e muitas, vezes fingem que não vê, o problema é que o Jair Bolsonaro está impregnado em muitos de nós brasileiros e muitos nem se dão conta.


Boa Leitura!
Rosi Barreto!

domingo, 24 de maio de 2020

UMA CRISE BOLSONARINA

Bom dia!

Mais de um ano sem escrever uma linha neste blogue. Primeiro apontarei o desânimo depois da eleição de Bolsonaro, só num segundo momento, tratarei da Crise bolsonarina! Sigamos em frente!

Depois da eleição de Jair Messias Bolsonaro no ano de 2019, parei de acreditar no povo brasileiro e esperei para ver os caminhos do governo, se seria o da lógica, que é a real situação do Brasil ou da utopia, de que esse governo seria bom para o Brasil. A lógica venceu! A lógica das pessoas humanas e inteligentes. 

Estamos - os brasileiros que sentem vergonha, são inteligentes e humanos, vivendo uma das piores situações do planeta, com tanta barbaridade dita e realizada pelo nosso presidente, apoiado pela maioria da população. Uma delas, é o desrespeito à vida, que é um desrespeito à Constituição brasileira. 

No Artigo 5º da Constituição brasileira existe o seguinte: Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo aos brasileiros aos estrangeiro residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade. Este artigo se desdobra e deveria ser lido por todos e todas.

Se o Brasil fosse um pais sério, Jair Bolsonaro já deveria sofrer um impedimento, já! Ser deposto e todos(as) e qualquer pessoa que agisse de forma igual. Desconsiderar este Artigo, significa que a população, os gestores públicos municipais e estaduais, parlamentares e todos as instituições brasileiras que deveriam estar favorável ao povo à sociedade brasileira falharam com o povo brasileiro, e pior o povo está falido, sendo contra ele mesmo!
 
Mas, como muitos não leem, a Constituição se resume às palavras  de um presidente megalomaníaco, insano, desequilibrado e desgovernado, o que podemos fazer? Pelo visto, se o povo for armado como ele, o presidente defende, qualquer pessoa que se declarar a favor da Constituição pode ser assassinada, para defender a democracia e a Constituição presentes apenas na cabeça de Jair Bolsonaro. Neste caso, algumas pessoas que defendem a lógica está ameaçada por ele e por seus insanos e dementes seguidores que estão em todos os lugares, alguns são nossos vizinhos, colegas de trabalho, evangélicos, católicos, negros, pobres, trabalhadores, homossesuais, pobres e ricos.


A CRISE BOLSONARINA...

Estou numa crise bolsonarina, gostando de ver parte do povo brasileiro se manifestar em apoio a um presidente que despreza a vida de brasileiros(as), afirmando que se importa com o desenvolvimento do país! Cito aqui a cloroquina, se fosse bom não existiria pandemia. Melhor, os cristão brasileiros apoiando também. A máscara de um povo solidário, humano, que respeita a diversidade caiu, ninguém finge por muito tempo sem a máscara cair um dia. A máscara da maldade do povo solidário, humano cristão e que respeita a diversidade caiu na expressão de tudo de ruim que junto com a eleição de Jair Bolsonaro estava à espreita, na natureza do povo brasileiro, aguardando apenas uma pessoa para acender a chama da maldade, Jair Bolsonaro. A maldade é tanta que não percebem mais o que faze nem o que dizem. Acho que a célebre frase de Jesus, "perdoe por que eles não sabem o que fazem", cabe aqui. Estamos assim, por que muitos gostaram um dia de viver no autoengano, fingindo que nada disso acontecia no cotidiano. Estou gostando de ver isso, vestiria até uma camsa do mito! Uma pessoa e seguidores que não se importam com mais de 20 mil pessoas brasileiras mortas. O Brasil está repleto de Bolsonaros!

Por que crise bolsonarina 
É horrível se vanlgorias da desgraça alheia! Ver pobres, favelados, mendigos, encarcerados, trabalhadores viverem uma pandemia onde o seu lider maior não se importa com a vida dos seus eleitores, estes também podem afetados pela covid-19, que pra ele e até os infectados bolsonarinos é uma histeria, uma gripezinha. Isso é o pior! Gostar de coisas que prejudicam o próximo, é pecado, é um ato insano. Mas, faz parte, para ver se alguns que estão em estado de zumbis despertam! Aí, me pergunto, que Bíblia eles leem, qual Jesus eles seguem? Mas, entendo, não leem a Bíblia nem mesmo a Contituição. E se leem não compreendem por que o sistema educacional brasileiro se pauta em tirar o melhor que as pessoas têm, a capacidade de raciocínio lógico, a inteligência e a pessoa passa a ser um zumbi, o vegetal, tornando-se alvo fácil de manipulção. A aposta na estrutura da educação de péssima qualidade do Brasl está fazendo o país colher frutos amargos. Estamos na virtrine do mundo!
 
FOI BOA A PARADA

Tem muito material a ser escrito ou desabafo a ser feito: o Bolsonaro que existe em nós. A pobreza no mundo exposta mais ainda pelo cornoavírus. A pandemia da  fome que assola o planeta. A falta de humanidade de alguns líderes, não apenas Bolsonaro é insamo no mundo, mas creio que a insanidade da maioria do povo brasileiro é unica ao apoiar a megalomania de um ser desprezível com o atual presidente insano são assuntoa a serem abordados futuramente. E a população negra como fica dentro disto tudo?

Por hoje é só!
Boa Leitura!
Rosi Barreto

quinta-feira, 2 de abril de 2020

SOCIEDADE BRASILEIRA E MALALA

A cada dia percebo a malevolência do(a) brasileiro(a) com as barbáries que acontecem. E nos comentários muitas vezes são absurdos quando o tema não lhe agrada. Principalmente se esta temática se referir ao povo negro e gay. Lendo sobre a presença da ativista Malala Yousafzai no Brasil me deparei com alguns comentários absurdos e me chamaram a atenção dois. Um com relação à educação: "Educação? Ou Esquerdopatia? Se ele é educada então por que não larga o islamismo? A suposta religião do bem que tentou mata-la!"

É nesse momento que eu me pergunto como o Brasil é democrático se a sua população não têm uma postura democrática? Não consegue caminhar no  meio termo da flexibilidade na mentalidade. Não compreende que ser ativista não se relaciona a ter um credo religioso. Esse comentário mostra a limitação intelectual e ignorância de uma população, que não entende a religião alheia e vive de achismos.

Pobre povo brasileiro, não sabe o significado de democracia, solidariedade e humanidade. Muito menos de educação escolar e doméstica  e muito menos de respeito. É um povo xenófobo, racista, homofóbico e consegue se sentir ao mesmo tempo solidário, cristão e humano, é um paradoxo!

Malala fala a respeito de violência e morte, mas no Brasil a sua voz ecoa e desaparece ao vento. A violência contra a mulher e negros continuam. As mazelas brasileiras continuam, com amarras fortes   repercutindo no novo governo brasileiro na voz de un negro Presidente da Fundaçao Palmares que destrói a imagem do negro e de Damares Alves sobre política em favor da mulher não tem nenhuma relevância. Contraria o posicionamento da jovem Malala. Movimento feminista brasileiro, Muitas mulheres dizendo somos Malala, apenas na presença da ativista, depois se recolheram emudecidas. Contudo as mulheres negras continuam firmes, principalmente depois da execução de Mariell Franco, caso esqucido no Brasil. Alguns brasileiros imbecis, afirmam qua a Casa Marielle Franco será ponto de drogas, o complexo de vira-latas em ação. No entanto a ex-vereadora, ex-ativista suparaitada recebe homenagem com um jardim em sua homenagem e os franceses não dizem que terá o mesmo destino.

É isso!